quinta-feira, outubro 04, 2012

Relatos de carpfishing


Boas amigos, depois de algum tempo sem colocar os anzóis de molho devido a ter de trabalhar quase sempre nos fins de semana, lá consegui ir hoje de manhã fazer 4 horas de pesca.
Ontem tinha pensado em ir até aqui ao rio pônsul que fica a meia dúzia de quilómetros da minha casa mas como estava o tempo um pouco agreste e a chover decidi ir até à charca pois o acesso é melhor do que ir para o rio.
Cheguei por volta das 07:30 e dei uma volta pela charca a fim de tentar perceber onde elas andavam, detectei alguma actividade junto dos salgueiros e decidi apostar nessa zona, uma cana com uma boilie de fishmeal e outra com uma de monster crustacean.
A engodagem foi localizada através de pva com boilies partidas iguais às da iscagem.
Passados uns minutos tive dois toques na de fishmeal, mas não passou disso o que me levou a ficar um pouco desconfiado pois os malandros dos cagados andavam a navegar no pesqueiro, passaram 2 horas e decidi retirar as montagens pois estava desconfiado que já não tinham isco e assim que retirei a primeira cana constatei que a boilie já era, a outra igual, o cabelo limpo.
Mudei de estratégia, coloquei das boilies mais duras que tinha levado uma de morango da SB e outra de ananás também da SB, algumas partidas no pva e bota lá pra dentro.
Começou a chover e tive de me refugiar dentro do carro e sempre à espreita não arranca-se uma das canas.
Por volta do meio dia já estava a pensar em arrumar o material para ir embora arranca a cana que tinha a boilie de morango o que me fez fazer uma brutal corrida desde o carro até às canas e onde ia dando um valente tralho no meio do caminho, levanto a cana sinto um esticão e logo de seguida parou, por instantes pensei que tinha desferrado mas não, ela
começou lentamente a fazer força em direcção aos salgueiros, depois de alguns minutos lá a meti no tapete.
Aqui vos deixo mais uma foto de uma menina bonita da charca.
Abraços.




Sem comentários: